Ejaculação Precoce

     A ejaculação precoce em geral constitui motivo de vergonha e frustração para o homem e é uma das principais causas de desajustamento e separações conjugais. Contudo, hoje, com os recursos de terapia sexual, pode ser eliminada, na maioria dos casos, de maneira rápida e eficaz.

     A EJACULAÇÃO PRECOCE é a disfunção sexual mais freqüente no mundo. Estatísticas relatam que 40 a 50% dos homens sexualmente ativos, sofrem desse problema.

     Os ejaculadores prematuros se sentem sexualmente incompetentes e culpados por não conseguirem dar prazer a suas parceiras. Com o tempo, um círculo vicioso de fuga e angústia restringe o prazer sexual.

     Muitos dos ejaculadores prematuros não tem exata consciência desta disfunção(doença).Estes ignoram que o controle da ejaculação (“gozo”) é fundamental  para mostrar sua competência  na arte do amor, e para se ter um pleno ajustamento sexual com sua parceira.

     Muitas vezes, por ignorar o problema do  marido, a mulher pode pensar que é incapaz de atingir o orgasmo.

     DEFINIÇÃO: Ejaculação precoce (EP) é a que ocorre antes ou logo após a penetração (01 a 03 minutos), involuntariamente, fugindo do controle do homem. A definição também pode basear-se no número de movimentos de penetração (10 a 15 movimentos) ou no número de vezes que a parceira obtém o orgasmo (no mínimo 50% das vezes). Tal incapacidade de retardar o orgasmo frustra tanto o homem quanto sua parceira, visto que a duração da relação torna-se insuficiente para que ela obtenha seu orgasmo. É uma condição bastante comum e sua ocorrência é certamente maior do que os estimados 30% dos homens. Pode ocorrer ocasionalmente, o que é normal, ou repetir-se indefinidamente levando a transtornos do relacionamento sexual. As causas são quase sempre de origem emocional e incluem:

     - Superestimulação;

     - Ansiedade sobre o desempenho sexual; 

     - Insegurança;

     - Inexperiência ou falta de aprendizado relativo ao conhecimento ou percepção das sensações que antecedem o orgasmo. 

     - Reflexo condicionado a partir das primeiras experiências sexuais onde a rápida ejaculação era uma necessidade da situação ou encorajada pela parceira.

 

     CONSEQUÊNCIAS: Como conseqüências da ejaculação rápida temos:

     - Frustração da mulher;

     - O espaçamento cada vez maior entre os contatos sexuais;

     - A esposa poderá deixar de ter qualquer consideração pelo marido,além de perder a confiança em si mesma como mulher; 

     - A ansiedade provocada pelo medo de falhar, dada pelo questionamento feito pela parceira em relação a virilidade do homem, pode levá-lo a impotência sexual.

 

     CAUSAS: A ejaculação precoce decorre, na maioria dos casos,de problemas psicológicos e incluem:

     - Superestimulação;

     - Ansiedade sobre o desempenho sexual;

     - Insegurança;

     -  Inexperiência ou falta de aprendizado relativo ao conhecimento ou percepção das sensações que antecedem o orgasmo.

     - Reflexo condicionado a partir das primeiras experiências sexuais onde a rápida ejaculação era uma necessidade da situação ou encorajada pela parceira.

 

     TRATAMENTO: O tratamento varia de caso para caso e inclui desde o uso de medicamentos, até a psicoterapia, passando por exercícios sexuais e orientações comportamentais. A compreensão, cooperação e ajuda da parceira no tratamento são fundamentais. Em qualquer caso, o método "stop-start" (parar-começar) e a técnica do "aperto" dão bons resultados e devem ser tentados antes das outras formas de tratamento.

     I- O método do stop-start objetiva familiarizar o homem com as sensações que antecedem o seu orgasmo. Sua parceira deverá masturbar-lhe enquanto ele se concentra em suas sensações. Quando sentir que o orgasmo se aproxima pedirá à parceira que pare a estimulação até que a tensão sexual se dissipe, quando a parceira então recomeça a estimulação e assim por diante. O exercício deverá ser repetido algumas vezes antes da ejaculação. Quando o casal perceber que conseguiu aprender, dominar e controlar as sensações, deverá praticar o mesmo exercício com penetração. Inicialmente, com o homem deitado de costas e a parceira por cima, sentada; seguem-se os mesmos exercícios na posição lateral (casal lado a lado) e, finalmente, com o homem por cima. Com disciplina, paciência, perseverança e compreensão mútua, o método dá ótimos resultados em algumas semanas.

     II- A técnica do aperto inicia-se com a parceira estimulando manualmente o homem enquanto ele se concentra em suas sensações. Quando sentir que o orgasmo se aproxima pedirá à parceira que pare a estimulação e aperte a glande (cabeça do pênis) entre o polegar e os dedos indicador e médio durante 03 segundos. O aperto deve ser firme, sem causar dor e, geralmente, elimina temporariamente o desejo de ejacular. A técnica deverá ser repetida várias vezes para que as preliminares possam durar algum tempo, sem que haja ejaculação. Quando o casal perceber que conseguiu aprender, dominar e controlar as sensações, deverá praticar o mesmo exercício com penetração. Inicialmente, com o homem deitado de costas e a parceira por cima, sentada; quando o homem sentir a proximidade do orgasmo, deverá retirar o pênis e apertá-lo conforme descrito. Cessada a sensação de proximidade do orgasmo, reintroduzirá o pênis recomeçando o exercício que deverá ser repetido algumas vezes antes da ejaculação.

     III- Utilize cremes e outros produtos que auxiliam o retardamento da ejaculação, mas devem ser usados juntamente com um treino de auto-educação para que se consiga atingir o domínio da própria mente. Capas para pénis são paliativos que ajudam a retardar o desfecho porque eliminam a sensibilidade do órgão masculino. O homem que não conseguir resolver esse problema com auto-ajuda e auto-treino pode procurar auxílio de especialistas que dispõe de técnicas alternativas.

     Ambas as técnicas são eficientes para o controle da EP e qualquer das duas que for a escolhida, deverá ser empregada por no mínimo 03 meses, a não ser que os bons resultados apareçam antes. Existem outras orientações ou "truques" que podem ser tentados:

     Jamais faça sexo se não estiver com vontade. Não o faça, por exemplo, por achar que a parceira está querendo e se você não manifestar interesse ela poderá pensar que você tem outra ou ela não mais lhe excita.

     Procure fazer sexo nas posições que lhe sejam menos estimulantes.

     Use camisinha para reduzir a sensibilidade, e com cremes que retardam a ejaculação.

     Obtenha um orgasmo antes da penetração. Peça que a parceira lhe masturbe. Aguarde um tempo adequado até obter nova ereção. Excite a parceira até próximo do clímax. Só então penetre.
 

| Outros

« Voltar



AVISO

Para entrar em contato com qualquer uma das acompanhantes, ligue diretamente para o seu telefone particular, disponível nas páginas internas de anúncios. Informamos que o 041VIP não é uma agência, mas sim, um veículo de divulgação e propaganda.

O site www.041vip.com.br/novo não tem nenhum vínculo com as anunciantes, não sendo responsável ou interessado nas contratações, tampouco pelos serviços prestados a qualquer título ou tempo.



Menu de acesso

  • Acompanhantes Vip
  • Acompanhantes Curitiba
  • Acompanhantes Brasil
© Copyright 041VIP. Todos direitos reservados.




Otimização de Sites em Curitiba

Site validado:
W3C | CSS